sexta-feira, 17 de maio de 2013

Cotas ... O que dizer


Sinceramente, fico um pouco insegura quando toco em assuntos assim. Não que eu não tenha uma opinião formada, mas é que muitas divergem da minha.
Mas vamos por partes.  Em primeiro lugar, quando falamos em cotas raciais já estamos assumindo que existem raças num país que já nasceu sem identidade definida, em todos os aspectos. Somos resultado de múltiplas culturas, e se tomarmos isso como base, logo perceberemos que aqui, não existe uma raça pura.  A verdade é que ABSOLUTAMENTE ninguém é só negro, branco, ou índio neste país. Mas tudo bem, tratando-se de fenótipos, digamos que realmente sejamos separados entre os negros, brancos, índios.  A pergunta que fica é, isto difere intelectualmente cada um dos indivíduos? Ou a base está na educação que receberam? ... Ah ... entendo, então o problema agora não está mais na cor da pele, mas sim na classe social. Chegamos ao segundo ponto relevante. O filhinho de papai , riquinho , que recebeu uma educação excelente , numa boa escola particular, e teve os melhores cursos preparatórios, concorrerá hás mesmas vagas que o pobre ,negro , que sempre pegou três ônibus para chegar a um colégio que mal tinha aula. Que sentou a vida inteira em cadeiras quebradas.  Isto é justo ?  
Agora , o terceiro e ultimo ponto relevante da questão. Todos os meses, nós, brasileiros,  que temos como salário mínimo de R$678,00 , temos que pagar impostos ao governo. O BRASIL , que é a sexta maior economia mundial , é também uma das piores educações do mundo. O que quero dizer é : Se houvesse uma educação digna ( direito nosso) , a educação pública privilegiaria todas as parcelas da sociedade. COTAS sociais, são sim uma saída justa, mas a curto prazo.  O tempo urge, e a educação no país está cada vez mais precária. O que deve acontecer é a prevenção e não o remédio.  Em suma: Sou totalmente contra ás cotas raciais, a favor das sociais como uma medida emergencial, mas afirmo que o problema tem que ser solucionado, e rápido. O problema é que no Brasil, quase tudo é utopia.

Um comentário:

  1. Ao passar pela net afim de encontrar novos amigos e divulgar o meu blog, me deparei com o seu que muito admiro e lhe dou os parabéns, pois é daqueles blogs que gostaria que fizesse parte de meus amigos virtuais.
    Pois se desejar visite o Peregrino E Servo. Leia alguma coisa e se gostar siga, Saiba porém que sempre vou retribuir seguindo também o seu blog.
    Minhas cordiais saudações, e um obrigado.
    António Batalha.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir